Archive for mundo

Obama

Posted in acasos with tags , , , , on October 9, 2009 by teresa

Obama adora os media. E os media adoram-no. Desde que se apresentou para concorrer à Presidência dos Estados Unidos que Barack Obama não pára de escrever história. Foi o primeiro afro-americano a chegar à frente daquele país. Foi o primeiro a dominar os media como mais ninguém, a conquistar audiências de todo o mundo dançando na televisão, falando “como um de nós”, prometendo mudar o rumo do mundo inteiro e pelo caminho, a mudar-nos a nós também. Foi o primeiro que fez muitos europeus olharem com esperança para os Estados Unidos, depois de dois mandatos consecutivos de Bush filho. Criou as mais altas expectativas para depois as deitar abaixo. Mas continua a ser Obama, o símbolo de uma mudança que um dia poderá chegar. E por isso recebeu o Nobel. Goste-se ou não. E, mais uma vez, Obama é o centro da comunicação social.

Advertisements

Manifesto

Posted in acasos with tags , , , on April 7, 2009 by teresa

Essa fraqueza que nós temos e que nos obriga a sentir de vez em quando, é o que nos torna vulneráveis, vencíveis, é a seca do costume. Passamos dias e dias a representar papéis. Aqui sou a pessoa trabalhadora, ali sou a filha, depois a amiga, depois a sedutora, a vizinha, a colega, a “rapariga da fila do cinema”.

Somos tão conscientes daquilo que fazemos, pensamos em tudo e em mais alguma coisa, medimos consequências, avaliamos os outros, avaliamo-nos a nós, avaliamos o que quer que seja, mas calados é que não ficamos. E ai de quem tenha uma opinião contrária. “É ingénua, é nova, tem os olhos tapados, é burra, não sabe aquilo por que eu passei, não sabe aquilo que eu sei”.

Escondemos os sentimentos porque esses descridibilizam-nos, são infantis, ridicularizam-nos. E nós, nós somos superiores a isso.

Somos tão bons, tão incríveis, que aonde quer que tenhamos ido, “foi (sempre) fantástico”. Nada nos pode fazer sequer pestanejar, ou hesitar, ou reflectir.

Somos arrogantes, distantes, apontamos o dedo. Mas não damos o braço. Somos campeões solitários, mas orgulhosos. Desde que ninguém saiba, está tudo cool.

Citação do dia

Posted in acasos with tags , , on January 12, 2009 by teresa

George W. Bush: “Não ter encontrado armas de destruição maciça no Iraque foi uma grande desilusão”.

..

desilusão? desilusões tenho eu quando vou ao fantástico restaurante de comida mesmo chinesa e no fim da refeição descubro que não há aqueles maravilhosos bolinhos de côco com manteiga de amendoim.

Parabéns..

Posted in acasos with tags , , , on December 10, 2008 by teresa

..à declaração Universal dos Direitos do Homem!

Actualiza-te

Posted in acasos with tags , , on December 1, 2008 by teresa

[recomendado pela .j.]