Archive for filmes

A “grande piada” de Brüno

Posted in acasos with tags , , on July 21, 2009 by teresa

Primeiro que tudo, tenho de dizer que não queria ver o filme. Ou melhor, queria, tinha curiosidade. Mas estava à espera de não gostar. Porquê? Pelo trailer, pelo que tenho ouvido dizer, pelo (pouco) que li sobre ele. Parecia-me um conjunto de piadas fáceis sobre gays e sexo, simplesmente porque envolvem gays e sexo.

No fim do filme, a minha primeira reacção foi qualquer coisa como “isto até fala de coisas sérias”.. Expõe-nos a situação das mães que utilizam os filhos de qualquer maneira, para ganhar “bom” dinheiro, revela uma América cheia de preconceitos – será só a América? – em relação aos homossexuais, mostra como se usa e abusa da “solidariedade” entre as celebridades, e, claro, fala da situação no Médio Oriente, mas tudo isto de uma maneira que incomoda.

Ri-me, é claro que me ri, muito, com o filme. Mas depois do riso, fica o gosto amargo na boca. A “grande piada” é que ninguém que vai ver o filme quer mesmo saber dos homossexuais, do Médio Oriente, das mães que usam os filhos, do “Darfar”. Quer é ver o instrutor de karaté a ser perseguido por um, dois ou três dildos. E o rapaz cego de fé que quer converter todos os homossexuais a ser confrontado de maneira tão arrogante, insinuante, crua.

Como sempre, tudo o resto passa para segundo plano. Como sempre.

Advertisements

Última aquisição

Posted in acasos with tags , , , on June 6, 2009 by teresa

waltz-with-bashir

waltz with bashir

O filme está muito bom. Mas poder ter o livro na mão, tocar naquelas imagens lindas, rever a história, quadradinho a quadradinho, encontrar novos pormenores que o tempo do filme não deixa ver, também é.

Cão do bairro da lata… ah, e bilionário!

Posted in acasos with tags , , , on February 16, 2009 by teresa

Só hoje fui ver o filme, depois de andar semanas a ler sobre ele em todo o lado e a ouvir as opiniões dos amigos. A história do rapaz do bairro pobre que vira rico num dos mais famosos shows de televisão é o sonho tornado realidade de qualquer mundo. “Afinal, qualquer pessoa pode ganhar um concurso desses, pode mudar de vida e deixar para trás o emprego-frustração da sua vida”.

Ainda por cima, a história passa-se na Índia, um país exótico, cheio de bairros degradantes, com enormes diferenças sociais, cheio de corrupção, de violência, de exploração.. e de pobres. Como fica bem aquela vista aérea incrível da favela indiana de Mumbai (ou Bombaim?), aqueles amontoados de casas ou o que quer que aquilo seja, aqueles planos que serpenteiam as ruas sujas e cheias de gente.. E a música.. a música bate tão bem! é um som tão cool, tão ocidental, tão moderno. e ainda há a história da estrela de cinema nacional que vai à favela e que todos os meninos querem ver mas há uma barreira policial no meio, da exploração dos miúdos, da violência que aquela gente testemunha no dia-a-dia. durante o filme todo, cada história contada esconde uma realidade incrível que nos revolta, só de pensar que isto, apesar de ser um filme, é a realidade para alguém.

Quem quer ser bilionário conta-nos uma história cheia de clichés. o irmão mau e o irmão bom, o apresentador rico e famoso e sem escrúpulos, e o miúdo pobre, coitado, que está prestes a ficar famoso, a polícia corrupta que não policia ninguém, a violência fácil. mostra-nos uma pobreza que bem pode ser real, mas ela é usada como palco para uma história banal, que usa um conjunto de imagens fantásticas da realidade, mas que nunca chega a entrar nela.

no meio tem uma história de amor, como tantos outros filmes. muitos foram os que me disseram que gostaram do filme, mas não gostaram do final porque é um cliché. desculpem, mas eu não gostei de ver o resto do filme, mas gostei do final. toda a gente gosta de finais felizes, porque não?

Parabéns (atrasados)!

Posted in acasos with tags , , , , on December 15, 2008 by teresa

O homem da câmara de filmar

[Estive fora. Desculpa o atraso]

E tu, qual é a tua estória?

Posted in acasos with tags , , on October 24, 2008 by teresa

Jogo de Cena, de Eduardo Coutinho
5*