Archive for desabafos

Manifesto

Posted in acasos with tags , , , on April 7, 2009 by teresa

Essa fraqueza que nós temos e que nos obriga a sentir de vez em quando, é o que nos torna vulneráveis, vencíveis, é a seca do costume. Passamos dias e dias a representar papéis. Aqui sou a pessoa trabalhadora, ali sou a filha, depois a amiga, depois a sedutora, a vizinha, a colega, a “rapariga da fila do cinema”.

Somos tão conscientes daquilo que fazemos, pensamos em tudo e em mais alguma coisa, medimos consequências, avaliamos os outros, avaliamo-nos a nós, avaliamos o que quer que seja, mas calados é que não ficamos. E ai de quem tenha uma opinião contrária. “É ingénua, é nova, tem os olhos tapados, é burra, não sabe aquilo por que eu passei, não sabe aquilo que eu sei”.

Escondemos os sentimentos porque esses descridibilizam-nos, são infantis, ridicularizam-nos. E nós, nós somos superiores a isso.

Somos tão bons, tão incríveis, que aonde quer que tenhamos ido, “foi (sempre) fantástico”. Nada nos pode fazer sequer pestanejar, ou hesitar, ou reflectir.

Somos arrogantes, distantes, apontamos o dedo. Mas não damos o braço. Somos campeões solitários, mas orgulhosos. Desde que ninguém saiba, está tudo cool.

Estranha forma de vida…

Posted in acasos with tags , on January 25, 2009 by teresa

auto-retrato

Todo este acumular de estórias, experiências, viagens, conversas, leituras, ideais. Tudo isto para percebermos que no fundo, no fundo, não somos assim tão diferentes.